Disponível em <https://portal.creaes.org.br/crea-es-alerta-autoridades-para-riscos-de-deslizamentos-de-ribanceira-em-cariacica/>.
Acesso em 07/10/2022 às 07h24.

Crea-ES alerta autoridades para riscos de deslizamentos de ribanceira em Cariacica

20 de setembro de 2022, às 16h16 - Tempo de leitura aproximado: 2 minutos

O Presidente Crea-ES, engenheiro Jorge Silva encaminhou na última semana ofícios à Defesa Civil Municipal de Cariacica, Defesa Civil Estadual e à Procuradoria Geral de Justiça alertando para a situação de alto risco em que se encontra uma área instável de ribanceira no bairro Oriente, em Cariacica.

O alerta, enviado na última terça-feira (16/9), tem o propósito de advertir às autoridades sobre o grave perigo de desastres que incide sobre o local, podendo, inclusive, ocorrer deslizamentos de terras e fatalidades, caso haja chuvas mais frequentes e torrenciais.

A inspeção do Crea-ES foi realizada após o Conselho receber denúncias da população e da imprensa. A vistoria técnica no Bairro Oriente teve o propósito de verificar a existência e a extensão dos riscos noticiados. Foram gerados diversos levantamentos, incluindo geológicos, com as devidas caracterizações da região, onde constatou-se que a situação da área do talude analisado está sob risco geológico alto, visto que há residências acima e abaixo da ribanceira.

“Existem moradias muito próximas a uma possível cunha de deslizamento, sendo que uma das residências possui pilar estrutural e fundação sobre este talude, e que estão localizadas a menos de 2 metros da linha dele. Além do risco para as casas que ficam sobre o barranco, as residências localizadas abaixo dele também estão ameaçadas e podem ser atingidas no caso de desabamento”, disse o professor e coordenador da Câmara de Geologia e Minas do Crea-ES, geólogo Éder Carlos Moreira, que integrou a equipe que vistoriou o local.

Os engenheiros especialistas observaram que já foram introduzidas na região algumas tentativas de estabilização da área, porém, sem êxito. Entre as investidas, o posicionamento de lonas na crista do talude, que já estão totalmente danificadas; e fixação de sacos de areia em sua base, mas que não são suficientes para mitigar e evitar os riscos de deslizamentos de terra e desabamento dos imóveis.

“Atualmente a área encontra-se sob alto risco, podendo ocorrer deslizamentos e, até mesmo, desabamentos em caso de chuvas frequentes e torrenciais”, advertiu o geólogo Éder Moreira. Como providência imediata, a equipe do Crea-ES orientou os moradores das residências superiores a observar qualquer movimentação ou o surgimento de trincas nas residências e, caso sejam constatadas tais ocorrências, que deixem imediatamente suas casas e acionem a Defesa Civil.

“Comunicamos oficialmente às autoridades competentes sobre os riscos e os perigos da situação e solicitamos que sejam tomadas as medidas técnicas cabíveis para evitar que as possibilidades de sinistros descritas no relatório técnico do Crea-ES venham a ocorrer, incluindo as possíveis fatalidades”, concluiu Jorge Silva.


Comentários

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Comentários com palavras de baixo calão ou que difamem a imagem do Conselho não serão aceitos.

O seu endereço de e-mail não será publicado.