Disponível em <https://portal.creaes.org.br/crea-es-alerta-e-da-dicas-sobre-seguranca-no-uso-de-elevadores/>.
Acesso em 17/07/2024 às 22h27.

Crea-ES alerta e dá dicas sobre segurança no uso de elevadores

28 de março de 2024, às 8h37 - Tempo de leitura aproximado: 3 minutos

Um acidente num elevador de uma clínica na Enseada do Suá, em Vitória, vitimou nesta quarta-feira (27/3), uma idosa de 74 anos. O assessor de engenharia do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Espírito Santo (Crea-ES), engenheiro mecânico e de segurança do trabalho, Igor Dadalto, esteve no local e, numa análise preliminar, relatou que a causa provável do acidente pode ter sido consequência de uma falha no acionamento do elevador.

“Os indícios apontam que pode ter acontecido uma falha na operação do equipamento, no trinco elétrico, fecho eletromecânico da porta que abriu sem que o elevador estivesse no térreo, local onde foi acionado pela paciente da clínica. Infelizmente, a paciente pode ter pisado desatenta, resultando no acidente”. De acordo com ele, a documentação apresentada sobre o elevador, bem como os documentos relativos à manutenção, estão em dia no que diz respeito aos requisitos exigidos pelo Conselho.

O engenheiro mecânico alertou para a necessidade e a obrigatoriedade dos imóveis realizarem manutenções preventivas mensais e corretivas nos elevadores, atitudes que, segundo ele, são capazes de reduzir de forma significativa o índice de acidentes. Além disso, destacou a importância de se ficar atento à vida útil do equipamento e de seus componentes, que devem ser avaliados, periodicamente, por empresas e profissionais legalmente habilitados e registrados no Conselho, quanto ao seu funcionamento, desempenho e projeto para não ficarem ultrapassados em relação às novas tecnologias e segurança.

O presidente do Crea-ES engenheiro Jorge Silva, ressaltou a importância de empresas e profissionais estarem sempre atualizados sobre as normas e legislações relevantes para a instalação e manutenção de elevadores. “Há uma série de diretrizes técnicas, regulamentos de segurança e requisitos legais a serem seguidos para que essas atividades sejam desempenhadas de forma segura, eficaz e em conformidade com as normas vigentes.”, esclareceu.

Igor Dadalto aproveitou para dar dicas de segurança aos usuários de elevadores e alertar sobre questões como o nivelamento adequado entre o elevador e o piso e a atenção do usuário no sentido de conferir se o elevador está devidamente parado no andar antes de entrar no equipamento.

DICAS DE SEGURANÇA

NIVELAMENTO
Verifique se o nivelamento está adequado entre o elevador e o piso e, antes de entrar, se o elevador está devidamente parado no respectivo andar.

ACIONAMENTO
Não aperte o botão por várias vezes seguidas e nunca tente abrir ou fechar a porta sozinho.

ALARME
Ao entrar no elevador verifique se ele possui botão de alarme e comunicação (interfone) com o ambiente externo.

CAPACIDADE
Fique atento ao limite de peso indicado no elevador e Não ultrapasse o limite máximo de pessoas.

CRIANÇAS
Tenha cuidado com as crianças e animais. Nada de pular, fazer movimentos bruscos, pois isso pode trazer instabilidade e provocar acidentes.
Crianças até 11 anos não devem utilizar o elevador desacompanhada de um(a) responsável

FALHAS
Se houver qualquer falha, como falta de energia, e o elevador parar, cuidado. Se a porta abrir e não estiver nivelada, o melhor é esperar a chegada de um técnico da empresa que faz a manutenção ou do Corpo de Bombeiros. Qualquer atitude indevida, pode provocar um acidente fatal.

RUÍDOS
Caso presencie ruídos ou vibrações anormais do equipamento comunique ao responsável da edificação.

MANUTENÇÃO
Caso seja responsável pela edificação se atente aos requisitos técnicos e legais geral do equipamento. Além disso, é necessário que as empresas que prestem serviços no elevador sejam registradas no Crea e que tenha em seu quadro técnico profissionais com atribuições para se responsabilizar tecnicamente pelo equipamento.


Comentários

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Comentários com palavras de baixo calão ou que difamem a imagem do Conselho não serão aceitos.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *