Disponível em <https://portal.creaes.org.br/crea-es-oferece-gratuitamente-qualificacao-para-uso-de-drones-a-profissionais-da-area-tecnologica/>.
Acesso em 27/02/2024 às 16h45.

Crea-ES oferece gratuitamente qualificação para uso de drones à profissionais da área tecnológica

O Conselho já estuda a abertura de novas turmas para atender a demanda profissional em todo o Estado

10 de março de 2023, às 17h17 - Tempo de leitura aproximado: 3 minutos

O Conselho já estuda a abertura de novas turmas para atender a demanda profissional em todo o Estado

Mais de 100 profissionais das áreas da engenharia, da agronomia e das geociências tiveram a oportunidade de ampliar seus conhecimentos de forma gratuita por meio da qualificação profissional para uso de drones. O curso, que aconteceu nos dias 9 e 10 de março, em Vitória, foi patrocinado pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Espírito Santo (Crea-ES) e realizado pela Associação dos Profissionais de Engenharia Ambiental do Espírito Santo (APEA-ES), pelo Crea-ES Jovem e pela Sociedade Espírito Santense de Engenheiros (SEE).

A repercussão da iniciativa foi tão positiva entre os profissionais que as vagas esgotaram no mesmo dia em que foram divulgadas. O sucesso abriu portas para novas parcerias: atualmente estão previstas turmas para Linhares e Cachoeiro de Itapemirim e o Conselho já estuda a abertura de novas turmas ainda este ano em diversos outros municípios do Estado.

“Devido à alta demanda, nos unimos para abrir novas turmas e, dessa forma, mais profissionais podem ter a oportunidade de se capacitar nessa área tão importante para o avanço da área tecnológica. Seguimos na missão de fornecer meios gratuitos de qualificação aos profissionais do Sistema e contribuir para o desenvolvimento tecnológico, sobretudo dos campos!”, afirmou o presidente do Crea-ES, Jorge Silva.

Segundo o presidente da APEA-ES, o engenheiro ambiental Filipe Machado, a necessidade de realizar os cursos de drone veio por conta de uma demanda muito grande dos profissionais e do mercado. “Os drones são usados em todas as áreas da engenharia. E nós percebemos que os profissionais não encontravam locais para realizar este curso a um preço acessível. Atuar com drones nessa área além de ter uma alta demanda, tem também um custo muito alto, né? Então, o Crea-ES, junto às entidades de classe, percebendo essa necessidade, ofereceu esses cursos de forma totalmente gratuita”, explicou Filipe Machado.

O instrutor do curso, Hérick Moulin, concorda que a demanda é urgente: “o impacto do uso de drones na engenharia, na agronomia e nas geociências é positivo e é uma demanda crescente. Aliás, é um futuro que já está acontecendo, né? Hoje os produtos cartográficos, as vistorias, as inspeções já estão sendo realizadas com o uso de drones. Então, é uma demanda urgente na capacitação de pessoas e técnicos para a utilização dessa ferramenta que só tem a agregar nos processos”.

Ismael Ferrete, que é engenheiro agrônomo e de segurança do trabalho, saiu de Linhares para participar da primeira turma dos cursos, que aconteceu na sede do Conselho, em Vitória. “Essa é uma tecnologia que veio para ficar, né? Aguardei esse momento com muita ansiedade, afinal, nós precisamos nos adequar à nova realidade. Nós, profissionais, precisamos estar habilitados para utilizar o drone e também para prestar serviços para quem necessitar, como na parte de assessoria técnica. Está sendo muito bom e muito importante! Aprendemos todo o processo, que foi algo novo para mim. E mais importante ainda são os resultados disso tudo. O Crea-ES está de parabéns, é um investimento que não vemos há muito tempo. Agradeço a todos que estiveram empenhados nesse trabalho!”, explicou Ferrete.

A engenheira ambiental Raphaela Mulinari Travezani foi uma das participantes da primeira turma do curso e define como uma ótima oportunidade para a qualificação. “Esse curso de drone é muito importante, pois é uma área que demanda de profissionais qualificados e tem uma grande demanda de mercado. O curso faz uma introdução para nós profissionais termos esse primeiro contato com o equipamento e já começar a fazer trabalhos. Quero agradecer ao Crea-ES por essa oportunidade e por estar se tornando um Conselho que valoriza os seus profissionais”, declarou Travezani.


Comentários

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Comentários com palavras de baixo calão ou que difamem a imagem do Conselho não serão aceitos.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *